10 atrações imperdíveis de Londres

Londres é uma cidade encantadora. Quem me conhece e acompanha o blog, sabe que a capital inglesa é o meu destino preferido!

Apesar de já ter visitado a cidade algumas vezes, ainda considero que existe muito por ver – o que é ótimo, porque me faz sempre ter um pretexto para retornar. : )

Sei que o que não falta na internet são guias e roteiros para os iniciantes e também para os já iniciados em Londres. De qualquer maneira, resolvi montar a minha sugestão para os leitores do blog, incluindo 10 dos meus pontos turísticos e atrações favoritos, com algumas dicas sobre cada um deles (inclusive preços e informações de acesso por metrô)

É importante ressaltar que, apesar de sua fama de careira, Londres conta com várias atrações turísticas gratuitas, o que é uma ótima notícia para o seu bolso, considerando que tanto a hospedagem quanto a alimentação na cidade costumam pesar bastante no orçamento de seus visitantes.

E vamos às atrações top ten londrinas de acordo com o Viajando por aí (não necessariamente por ordem de importância em nosso ranking): 

 

1) London Eye

A moderna roda-gigante atualmente patrocinada pela empresa EDF Energy proporciona vistas surpreendentes da capital inglesa.

Minha dica é a seguinte: compre o tíquete com antecedência pela web para obter descontos de até 20% e opte pelo horário do pôr do sol. Assim você terá a oportunidade de ver a cidade durante o dia e também ao anoitecer. Se possível, faça o passeio em dias com menos nebulosidade. Com o tempo bom e sem o tradicional fog, pode-se avistar a uma distância de até 40 km!

Mais informações: http://www.londoneye.com
Acesso por metrô: as estações mais próximas são Waterloo (5 minutos de caminhada) e Charing Cross (15 minutos de caminhada)
Valor do tíquete (em dezembro de 2012):
Adultos – a partir de 17,01 libras/ Crianças – a partir de 9,96 libras  (verifique as promoções online para obter descontos)

 

2) Parlamento e Big Ben

Tire fotos a partir da Westminster Bridge, aguarde o badalar do Big Ben nas  horas cheias e faça uma visita guiada a seu interior. Não deixe também de vê-lo aceso à noite – vale muito a pena! Mas muito cuidado com seus pertences na área ao redor dos prédios que compõem o complexo do Parlamento – há placas com avisos sobre a atuação de batedores de carteira no local, onde normalmente se amontoa um grande número de turistas.

Mais informações: http://www.parliament.uk/visiting
Acesso por metrô: Estação Westminster
Valor do tíquete: a confirmar no local, dependendo do tipo de visita, que podem ter que ser agendadas online com antecedência.

 

3) Abadia de Westminster

Uma linda igreja do século X em estilo gótico (originalmente Católica que após a Reforme passou a ser Anglicana), composta por várias capelas, onde ocorreram fatos marcantes da história da Inglaterra, como as coroações dos reis e, mais recentemente, o funeral da Princesa Diana e o casamento do Príncipe William e Kate Middleton. Em seu interior, há também túmulos de monarcas e de célebres figuras britânicas, como Isaac Newton, Charles Dickens e Charles Darwin. Os claustros são  a parte mais visitada e de lá podem ser vistos alguns jardins da Abadia. Apesar de ser uma igreja, a entrada é cobrada, pois não há suporte do governo para sua manutenção. A entrada para os cultos, no entanto, é obviamente gratuita.

Mais informações: http://www.westminster-abbey.org
Acesso por metrô
: Estações St James’s Park e Westminster
Valor do tíquete (em dezembro de 2012): Adultos – 16 libras; Crianças  – 6 libras.

 

4) Trafalgar Square e National Gallery

A famosa praça com fontes e a coluna de Nelson é um dos principais locais públicos onde ocorrem manifestações e eventos culturais e Londres. Um bom lugar para descansar e apreciar de longe os edifícios do Parlamento – apenas cuidado com os pombos que costumam habitá-la. Na Trafalgar Square há também a bastante conhecida National Gallery (entrada gratuita), com pinturas de Botticelli, Leonardo da Vinci, Rembrandt, Gainsborough, Turner, Renoir, Cezanne, e Van Gogh.

Mais informações: http://www.nationalgallery.org.uk
Acesso por metrô:
Estação Charing Cross


5) British Museum

Este museu fascinante reúne mais de 7 milhões objetos que contam a história da humanidade, como múmias do Egito antigo, pedaços de pirâmides, esculturas romanas, chinesas e indianas, além frisos do Partenon de Atenas (o que já gerou vários problemas com a Grécia).  Lá você também poderá encontrar a Pedra de Roseta (Roseta Stone), que possibilitou aos estudiosos decifrar os hieróglifos a partir do grego antigo. O museu abriga a Great Court, uma lindíssima praça pública coberta por uma estrutura de aço e vidro , inaugurada no final do ano de 2000. A entrada é gratuita.

 Mais informações: http://www.britishmuseum.org
Acesso por metrô: Estação Tottenham Court Road (500m); Estação Holborn (500m); Estação Russell Square (800m); Goodge Street (800m)

 

6) Hyde Park

Um dos mais famosos parques do mundo são um convite à caminhada por suas agradáveis alamedas, mas também é um ótimo lugar para descanso (a entrada é gratuita). Você poderá alugar uma cadeirinha no próprio local e sentar-se no gramado para fazer um piquenique ou bater um papo ao ar livre.

Lá dentro, existe um local chamado Speaker’s Corner, onde, aos domingos pela manhã, qualquer um pode pegar um microfone para protestar ou reclamar livremente sobre o que desejar – time de futebol, governo, religião ou qualquer outro assunto.

No Hyde Park, você encontra também uma fonte em homenagem à Princesa Diana (Diana Memorial Fountain), que já foi bastante controversa e criticada pelos admiradores da falecida princesa – feita de blocos de granito, ela custou 5,4 milhões de euros aos cofres públicos e muitos ingleses a acharam muito insossa e sem vida para refletir a alma alegre e caridosa de Lady Di.  Os visitantes podem refrescar os pés nas águas da fonte (mas não caminhar sobre ela), que representa a acessibilidade e popularidade que a princesa adquiriu ao longo dos anos.

Outros pontos de interesse no Hyde Park são o memorial às vítimas do atentado de julho de 2005 (o 7 July Memorial) em Londres e o Albert Memorial (uma homenagem ao marido da rainha Vitória, que consiste em um monumento de 52 m de altura).

Em frente a ele, encontra-se o prédio do famoso Royal Albert Hall, em formato oval e com uma linda cúpula de cristal. Nesta casa de shows também inaugurada pela rainha Vitória no século XIX se apresentam os grandes nomes da música mundial e o local é aberto a visitação mediante o pagamento de entrada e em horários específicos.

 Mais informações: http://www.royalparks.org.uk/parks/hyde-park
Acesso por metrô: Estação Lancaster Gate;  Estação Marble Arch; Estação Hyde Park Corner; Estação Knightsbridge 


7) Notting Hill

Uma feira de antiguidades acontece todos os sábados no charmoso bairro Londrino ao longo da Portobello Road. Lá há também barraquinhas que oferecem lanches, além da a famosa livraria do filme estrelado por Julia Roberts que virou ponto turístico – The Travel Bookshop.

Para quem é fã do filme, é possível fazer o roteiro completo pelo bairro a partir das dicas deste site.

 Mais informações: http://www.portobellomarket.org
Acesso por metrô: Estação Notting Hill Gate.
8) Museu de Cera Madame Tussaud

O famoso museu de cera Londrino é bastante interessante e vale a pena visitá-lo pelo menos uma vez na vida. Apesar de alguns personagens não serem idênticos às personalidades que tentam recriar (como é o caso de Pelé e Ayrton Senna), é bastante divertido se deparar com as mais de 300 estátuas-celebridade e tirar fotos com elas.  Na época em que visitei o museu era proibido tirar fotos com a estátua da Rainha, mas todas as outras eram liberadas. Engraçado é que, após alguns minutos lá dentro, fica realmente difícil diferenciar quem é gente e quem é estátua. Uma dica para economizar tempo e dinheiro na sua visita é agendá-la com antecedência pela internet. Outra dica é optar pelo tour pelo museu após as 17h, com a possibilidade de obter até 50% de desconto.

Mais informações: http://www.madametussauds.com/London
Como chegar por metrô: Estação Estação Baker Street. O museu fica a apenas 2 minutos de distância da estação. 

Preço dos ingressos (em dezembro de 2012): Adultos – a partir de 22,50 libras/ Crianças – a partir de 19,50 (verifique as promoções online para obter descontos)

 

9) Regent, Oxford e Bond Street 

Encontre marcas de todo o mundo nas maiores ruas de compras de Londres, que são excelentes tanto para quem busca boa relação custo/benefício quanto para os mais endinheirados. Apesar de a libra ser uma moeda forte e mais cara que o Euro e o Dólar para os brasileiros, Londres é um excelente lugar para fazer compras.

Não deixe de visitar a loja da Apple para conferir as últimas novidades tecnológicas e de voltar à infância na fantástica Hamley’s (a segunda maior loja de brinquedos do mundo). Confira também as pechinchas na baratíssima Primark (mas prepare-se para as filas quilométricas nos provadores) e dê uma volta na Selfridges e Marks & Spencer. E se for apaixonado por Fórmula 1, dê uma conferida na loja da Ferrari.  Se não for comprar nada, vale pelo menos o passeio.

Como chegar por metrô: Estação Picadilly Circurs; Estação Oxford Circus.


10) Torre de Londres e Tower Bridge

Os prédios da Torre de Londres que abrigam os tesouros e as joias da Coroa Britânica já serviram de residência aos monarcas, de base militar e também funcionaram como local de prisão e tortura. Vale muito a pena a visita! Uma dica: compre seu ingresso online para obter descontos!

A partir da Torre de Londres é possível avistar e fotografar a famosa a Tower Bridge, que também pode ser visitada (embora eu não recomende o investimento).

Como chegar por metrô: Estação Tower Hill
Preço dos ingressos (em dezembro de 2012): Adultos – a partir de 18 libras; Crianças – a partir de 9 libras  (verifique as promoções online para obter descontos)

 

Sobre Márcia Oliveira 226 Artigos
É uma carioca completamente apaixonada por viagens - assim que chega de uma já está planejando a próxima. Atualmente mora em Munique, na Alemanha. É Jornalista e tem um marido super gente boa que a acompanha em suas aventuras. Adora fotografia. Ama a família e os animais. Aprecia as coisas simples da vida. E adora escrever no blog e conversar sobre viagens!

2 Comentário

Dê vida a este blog! Deixe sua opinião aqui!