A desagradável sensação de ter a mala extraviada

Sempre ouvi casos de malas que foram extraviadas, mas nunca tinha esperado essa sensação até 2009, quando, durante uma escala em Milão, eu fui para Londres e minha mala ficou lá em terras italianas. Ao chegar ao aeroporto de Heathrow, todas as malas do voo foram colocadas na esteira, todos os passageiros saíram para seus destinos e eu continuei lá, esperando pela minha mala… Até que a esteira parou de rodar… e nada dela aparecer.
Neste momento, a ficha caiu, e eu percebi que algo de errado havia acontecido. Fui até o balcão da Star Alliance fazer a reclamação (a companhia aérea era a British Airways), e a atendente, muito simpática, pediu que eu fornecesse todas as informações sobre a mala para rastreamento. Ela recomendou que eu esperasse até o dia seguinte e disse que, provavelmente, a mala seria embarcada no voo da manhã para Londres (minha sorte é que a minha mala é laranja, e costuma se destacar bastante das demais por essa característica bastante particular – rs).
Esta é a foto da minha mala
Nesse momento, rolou um novo pânico: eu embarcaria cedo no dia seguinte para Lisboa, e, mais uma vez, minha mala ia ficar perambulando sozinha por aí… Ela pediu meu endereço em Lisboa, dizendo que não haveria problemas em entregá-la lá. E acrescentou: “Isso é algo muito comum nas escalas em Milão, porque as coisas são realmente muito confusas por lá…”.
Para não sair de mãos vazias, a atendente me entregou uma necessaire com itens de higiene e uma camisa de malha branca, ficando de me dar notícias sobre a minha mala através do meu celular europeu. Saí de lá arrasada (minhas roupas preferidas, as lembranças e os presentes comprados na viagem para a família estavam todos lá dentro) e fui direto para um telefone público ligar para o meu seguro de viagem (Mic Travel). Informei o ocorrido e o código da reclamação e soube que teria cerca de 200 euros para gastar em roupas e objetos pessoais para suprir minhas necessidades até a chegada da mala. Ao chegar ao Brasil, seria reembolsada mediante a apresentação das notas fiscais.
No dia seguinte, fui para Lisboa e não recebi qualquer notícia sobre a mala. À tarde fui fazer compras no shopping center Vasco da Gama. Ao chegar lá, procurei as lojas mais baratas (tipo C&A) e gastei os 200 euros. Para minha surpresa, até que deu pra comprar bastante coisa. Assim, se a minha mala realmente não aparecesse mais, pelo menos eu teria roupas e um sapato para usar até o fim da viagem.
No dia seguinte pela manhã (dois dias após o extravio) acordei com  uma excelente notícia: minha mala foi entregue intacta na casa dos nossos primos em Lisboa. Fiquei imensamente feliz em tê-la de volta e dei muitos pulos de alegria! Confesso que, apesar de confiar bastante na seriedade do trabalho da Star Alliance, já estava emocionalmente preparada para não ter mais minhas coisas de volta…
Quando cheguei ao Brasil, enviei todas as notas fiscais das compras de emergência para a seguradora Mic Travel e fui reembolsada sem problemas no mês seguinte.
E assim, toda essa história triste teve um final feliz! Não desejo que isso aconteça a ninguém. Apesar de serem coisas materiais, que poderiam ser repostas posteriormente, é extremamente desagradável perder tudo em um país estranho.
Por essas e outras, recomendo SEMPRE fazer um bom seguro de viagem. Ele é imprescindível não só para emergências médicas, mas também para dar uma ajuda em ocasiões como essa. Neste caso específico, recebi mais pelo reembolso dos meus gastos de emergência do que paguei pelo seguro – então valeu super a pena. Mas, confesso que fico mais feliz ainda em pagar pelo seguro e não ter que usá-lo! 🙂
Sobre Márcia Oliveira 226 Artigos
É uma carioca completamente apaixonada por viagens - assim que chega de uma já está planejando a próxima. Atualmente mora em Munique, na Alemanha. É Jornalista e tem um marido super gente boa que a acompanha em suas aventuras. Adora fotografia. Ama a família e os animais. Aprecia as coisas simples da vida. E adora escrever no blog e conversar sobre viagens!

1 Trackback / Pingback

  1. Desconto de 15% no Seguro de Viagem Mondial: pegue aqui seu cupom promocional! ⋆ Viajando por aí

Dê vida a este blog! Deixe sua opinião aqui!