Como é voar pela Easyjet: relato da minha experiência

A Easyjet é uma companhia aérea inglesa bastante conhecida pelas tarifas de baixo custo (low cost). Desde 2003, já voei várias vezes por ela, e, como sei que muitas pessoas ainda têm dúvidas e receio de viajar por este tipo de companhia, fiz um post com os prós e contras sobre como é voar pela Easyjet.

aeronave_easyjet

 

Prós

Passagens bem mais baratas que as companhias tradicionais
A diferença de preço para as demais companhias já foi muito maior do que hoje em dia. Mesmo assim, ainda vale muito a pena optar por uma low cost como a Easyjet se o seu orçamento for apertado ou se quiser economizar.

Passagens mais em conta que as de trem
Por várias vezes deixei de fazer o trajeto entre cidades de trem por avaliar que viajar pela Easyjet era mais barato.

Vários destinos na Europa
Segundo o site da Easyjet, a companhia atende a mais de 100 cidades na Europa. Aliás, um serviço muito interessante que a Easyjet oferece em seu site é o “Viajômetro“: você diz qual é a sua origem e ele mostra os preços dos voos para os destinos atendidos pela companhia.

viajometro_easyjet

Facilidade de comprar passagem de qualquer lugar do mundo

É muito simples comprar o seu tíquete pelo website da Easyjet. Para compras no Brasil, o pagamento pode ser feito com cartão de crédito. O site inclusive está traduzido para o português (de Portugal)

Aeronaves novas
Em todos os meus voos na Easyjet, pude perceber que os aviões eram novos e muito bem conservados.

Pontualidade
Com exceção de imprevistos causados por condições climáticas desfavoráveis, os voos da Easyjet não costumam atrasar.

 

Contras

Tarifa adicional por mala despachada
A companhia cobra uma tarifa extra por mala de porão. Esse valor pode ser igual ou até maior que o valor da passagem aérea, dependendo do peso da mesma. Em um voo Roma-Londres em dezembro de 2013, por exemplo, o valor de bilhete é de 32 euros e o valor para despachar uma mala de até 20 Kg é de 34 euros. Aliás, o ideal é já pagar pela mala despachada no momento da compra da passagem, caso contrário, será necessário desembolsar o valor em dobro no balcão do check-in.

mala_despachada_easyjet

Limite para bagagem de mão
A Easyjet permite apenas uma peça na bagagem de mão – e isso vale até para as mulheres. Já vi algumas confusões entre a tripulação e passageiros no momento do embarque, e, por esse motivo, sei que eles são realmente rígidos neste ponto. Caso o passageiro não consiga juntar tudo em um único volume medindo 50 X 40 X 20 cm, ele não embarca.

bagagem_mao_easyjet

Não há serviço de bordo
O bilhete não inclui lanche a bordo, mas há opção de comprar sanduíches e bebidas durante o voo com dinheiro ou cartão.

Aeroportos
Normalmente, a Easyjet (assim como as outras companhias aéreas low cost) parte de aeroportos mais distantes dos grandes centros. É importante avaliar o custo de deslocamento entre o aeroporto e seu destino para ver se realmente vale a pena economizar na passagem.

Tarifa extra para reserva de assento
Ao comprar sua passagem na Easyjet, você poderá optar pelo Speedy Boarding, um serviço que lhe permite embarcar na frente dos meros mortais que não pagaram por ele e que inclui reserva de assento. Em um voo entre Roma e Londres em dezembro de 2013, por exemplo, essa tarifa é de 4 euros por passageiro, e também dá direito a um balcão especial para despachar a bagagem no aeroporto de origem.

Espaço pequeno entre fileiras de poltronas
O assento das aeronaves assim como o espaço relativo às poltronas à sua frente são realmente menores que o normal. Isso pode ser um problema principalmente para pessoas obesas. Neste caso, a Easyjet vende também assentos especiais (chamados “XL”) que oferecem mais espaço para as pernas.

assentos_easyjet

 

Em resumo: a Easyjet é ainda a minha companhia aérea low cost preferida na Europa. Já a recomendei para amigos que não gostaram da experiência e que preferem pagar mais pelo conforto de ter o lugar marcado e contar com serviço de bordo. Como o que importa para mim é partir e chegar ao meu destino com segurança – e, claro, com o mínimo de conforto – acho que a Easyjet é sim uma boa opção para quem deseja viajar entre países e cidades da Europa.

E você, já viajou pela Easyjet? O que achou?

convite_comentarios

 

 

 

 

 

 

N739452TP992

Sobre Márcia Oliveira 226 Artigos
É uma carioca completamente apaixonada por viagens - assim que chega de uma já está planejando a próxima. Atualmente mora em Munique, na Alemanha. É Jornalista e tem um marido super gente boa que a acompanha em suas aventuras. Adora fotografia. Ama a família e os animais. Aprecia as coisas simples da vida. E adora escrever no blog e conversar sobre viagens!

1 Comentário

  1. Minha experiência foi horrível. por ser uma companhia de “baixo custo” (lost cost) as pessoas não despacham as malas e não respeitam o limite de 01 mala de mão. Quem chega primeiro ocupa, sem qq controle, os compartimentos de bagagens com 01-02-03 volumes e as vezes estes volumes são bem grandes, ou seja, quem chega depois não consegue sequer acomodar uma mochila. Viajei com a família (04 pessoas) e TODOS viajamos com as mochilas nos pés, pois o espaço para isto estava totalmente lotado.

Dê vida a este blog! Deixe sua opinião aqui!