Dicas de museus de Nova Iorque que você não encontra nos guias de viagem!

Nova Iorque já virou roteiro batido para muita gente. Na verdade já teve seu glamour, passou por uma fase brega, mas como todo ícone americano sabe se reinventar constantemente, e sempre com êxito.

Tem de tudo para todos os gostos e preços. Ok, nem sempre os preços são assim tão convidativos, mas dá pra se virar na boa, sem dramas. O legal de Nova Iorque é que ela tem a capacidade de concentrar de um tudo, por isso sua diversidade de entretenimento acaba valendo mais do que outros passeios.

Se quiser museus, tem dos mais variados tipos. Boa parte “gratuita” e com grande acervo. As aspas se devem ao termo “preço sugerido”, onde o visitante paga apenas aquilo que quiser. Particularmente me ofende a quantidade de turistas que já vi na fila separando 1 cent para entrar, mas cada um sabe dar valor àquilo que aprecia. Enfim dos centavos às centenas, pouco importa, eles valem a pena. O meu preferido é o Metropolitan Museum of Art (1000, 5th Avenue – em frente ao Central Park – East side) aberto de 9:30 às 17:30 e fecha às segundas. Com certeza já o viu em filmes e mais filmes e a coleção do Egito e Grécia valem sempre a pena. Não deixe de ir ao terraço, onde a vista da cidade é belíssima, pois aos seus pés está o magnífico Central Park, um pequeno pulmão verde no meio de todo aquele emaranhado de prédios. As fotos valem a pena, pois a luz favorece até aos menos privilegiados.

Dicas de Museu em Nova Iorque:  Metropolitan Museum
Dicas de Museu em Nova Iorque: Metropolitan Museum

Ainda no quesito museus temos o American Museum of Natural History (79, Street and Central Park West (em frente ao Central Park – West Side) aberto de 10:00 às 17:45. Também com preço sugerido. Se não achar muito museu para um dia só, pode ir no primeiro, cruzar o parque e entrar no outro, mas não tenha pressa e aproveite o passeio entre eles.

Dicas de Museu em Nova Iorque: Museu de História Natural
Dicas de Museu em Nova Iorque: Museu de História Natural
Todas as crianças adoram o Museu de História Natural, e as não crianças também. A parte boa é que não costuma ter aquelas filas horrendas dos museus europeus, mesmo sendo quase gratuito tudo flui com certa organização e respeito. Uma dica válida é que as escolas costumam levar as crianças aos museus em dias de chuva e neve, pois a turma costuma ficar desfalcada, a matéria fica para a outra aula e todos estão secos e seguros. Quem não levaria? Sendo assim, se estiver chovendo prepare-se para turminhas sentadas no chão com muito papel e lápis de cor.

Saindo dos tradicionais e passando para os mais moderninhos tem o famoso MOMA – Museum of Modern Art (11, 53th Street – entre 5th e 6th Strets). Esse é pago! US$20,00 por pessoa. Para mim o mais interessante dele é a lojinha de souveniers. Tem coisas fantásticas e com preços para todos os bolsos. A loja é tão badalada que fica do lado de fora, em frente ao museu, ou seja, se já tiver visitado e quiser apenas comprar ou ver a loja pode fazer isso independente do ticket de entrada.

O outro moderninho é o super Guggenheim Museum (1071, 5th Avenue at 89th Street) aberto de 10:00 às 17:45 e fechado às quintas. Também é pago! US$18,00. Aqui vai uma dica para quem não se amarra tanto em arte moderna, pelo menos vá até o prédio, que é uma obra prima a parte, e conheça a sua arquitetura. Ele é em espiral e chama muito a atenção. Único como todos os Gugas (quando pegar intimidade pode chamar assim também), pois são vários pelo mundo.

Dicas de Museu em Nova Iorque: Guggenheim Museum
Dicas de Museu em Nova Iorque: Guggenheim Museum

Como amante da arte moderna eu devo fazer um parágrafo em sua defesa. Já vi as coisas mais loucas nesses museus e todas sempre valeram a entrada. Nem que seja para dizer que aquilo não presta na minha visão. Uma vez entrei no Guga e tinha um piano de calda (sim, de verdade) pendurado no teto por cabos de aço (muito fortes, diga-se de passagem). De tempos em tempos ele escorregava pelo cabo de aço, tocando as teclas alucinadamente do teto até quase a porta de entrada. Depois subia vagarosamente para um próximo show dentro de alguns minutos. Rolava uma apneia coletiva enquanto ele descia, na expectativa do que ia acontecer e onde aquele trambolho ia parar. Impressionante! No mesmo dia eu vi uma sala toda branca com um monte de pés de alface jogados no cantinho…. pois é, tem de tudo. Nesses casos respire fundo, sorria com o canto da boca e siga para a próxima sala. Essa é a principal diferença da arte moderna para as mais clássicas. Muito pouco provável da clássica te chocar, pois com certeza já viu em vários momentos. Não quer dizer que a presença dela ali na sua cara não seja majestosa e impressionante. Mas, normalmente, só a arte moderna te choca (em ambos os sentidos).

Para terminar os museus tenho algumas sugestões, e infelizmente nem todas com localização, pois as galerias de arte de Nova Iorque abrem e fecham quase com a mesma constância que os restaurantes. O Soho (bairro descolado e cheio de celebridades) tem uma infinidade delas. Normalmente mais alternativas e como tal, mais “one of a kind”, quem gosta do estilo não pode perder. Além dele tem um Madame Tussauds – Wax Museum (234, West 42th Street entre 7th e 8th Avenue) aberto de 10:00 às 22:00, com preço de US$35,00. Quem nunca foi a um museu de cera, pode ter essa oportunidade. É sempre divertido!

Dicas de Museu em Nova Iorque:  Metropolitan Museum" width="495" height="330" /> Dicas de Museu em Nova Iorque: Museu de Cera Madame Tussaud
Dicas de Museu em Nova Iorque: Museu de Cera Madame Tussaud
A cereja do sundae das dicas de museus é a seguinte: O Metropolitam Museum, numa dessas negociações internacionais que são como linguiças e não precisamos saber como são feitas, conseguiu todo um castelo medieval, na verdade um claustro de monges. Trouxeram pedra por pedra e montaram no único local com espaço suficiente para isso, no Brooklin. A dica é pegar um ônibus, que te deixa na porta, e voltar do mesmo jeito. Sai barato e a viagem serve para conhecer os bairros principais e como a arquitetura vai mudando com a paisagem. The Cloisters (4 Fort Tryon Park at West 193th Street), aberto de 9:30 às 17:15 e fechado às segundas.
Sobre Joana Maia 3 Artigos
É jornalista e apaixonada por viagens. Curte programas culturais e sabe tudo sobre Nova Iorque, onde já se sente perfeitamente em casa depois de já ter visitado várias vezes a cidade.

Seja o primeiro a comentar

Dê vida a este blog! Deixe sua opinião aqui!