Edimburgo (Escócia): o que você deve conhecer por lá

Edimburgo é um daqueles lugares pelos quais você não pode deixar de se apaixonar… O centro histórico da belíssima capital escocesa revela séculos de história nos detalhes arquitetônicos medievais e é de deixar qualquer um boquiaberto.

Edimburgo-Escócia

Apesar da cor cinza predominante dos prédios, Edimburgo parece ter saído de um conto de fadas.

Edimburgo-Escócia

Seus becos revelam restaurantes e pubs floridos e por todos os lados é possível ouvir alguém tocando uma canção típica na gaita de fole…

Sem falar nos museus e galerias de arte e também nos famosos tartans (o tradicional tecido escocês quadriculado), que são a grande atração nas lojinhas de souvenirs.

Edimburgo-Escócia

A cidade é bastante compacta, boa pra ser explorada a pé. Mas leve em conta que Edimburgo é a terra de ventos cortantes e de clima frio e extremamente instável, por isso vá bem agasalhado para não congelar!

Edimburgo-Escócia

Sugiro começar o tour pela Royal Mile, uma rua que concentra dois dos principais pontos turísticos da cidade: o Castelo de Edimburgo e o Palácio Holyrood.

Edimburgo-Escócia

O Castelo de Edimburgo fica sobre um vulcão extinto e reúne construções do século XII ao XX. Ao longo de todo esse período, ele já serviu de fortaleza, guarnição militar, prisão e palácio real.

Edimburgo-Escócia

Lá de cima, pode-se ter uma bela visão da cidade e do centro histórico.

Edimburgo-Escócia

Palácio de Holyrood fica no outro extremo da Royal Mile. Ele é a residência oficial da Rainha Elizabeth II quando ela está na Escócia e pode ser visitado durante todo o ano. Uma exposição muitíssimo interessante que vi nesse palácio conta a vida da Rainha através de fotos – desde quando ela era um bebê até os dias atuais – tiradas pelo fotógrafo real. Vale a pena gastar um tempinho para apreciá-la, principalmente se você é fã de história e fotografia.

Edimburgo-Escócia

Bem perto do Palácio de Holyrood fica a montanha conhecida como Arthur’s Seat, outro vulcão inativo que é um marco na cidade. Tentei subir por uma de suas trilhas, mas o mau tempo me assustou (e meu fôlego acabou), por isso acabei desistindo logo no início (#loser).

Edimburgo-Escócia

Outro local apaixonante em Edimburgo é o Jardim da Princes Street, um parque aberto que é alegria dos turistas.

Edimburgo-Escócia

Lá há várias canteiros floridos e um ponto emblemático da cidade: o Scott Monument, o maior monumento dedicado a um escritor em todo o mundo – no caso, Walter Scott, autor de “Ivanhoe”, “Waverley” e de “O Abade”, entre várias outras obras famosas mundialmente. Quem tiver disposição para subir seus quase 300 degraus, poderá se aventurar e ter lindas vistas da cidade. Eu preferi apreciá-lo de baixo mesmo e já fiquei satisfeitíssima com o que vi!

Edimburgo-Escócia

Bem perto dali, na Princes Street há muitas lojas e alguns shoppings para quem quiser ir às compras. Eu peguei uma liquidação de final de inverno e comprei roupas boas e realmente baratas por lá.

Edimburgo-Escócia

Um lugar imperdível e de fácil acesso que também oferece uma visão panorâmica de Edimburgo é o Calton Hill. Lá em cima, há um imponente Parthenon que não chegou a ser concluído por falta de verba. Projetado para ser uma homenagem aos mortos nas guerras napoleônicas, suas obras foram iniciadas em 1822, mas logo depois foram interrompidas. Isso lhe rendeu o “apelido” de “Scotland’s Disgrace”. Mas até que o Parthenon semiacabado é um monumento bem bonito, na minha humilde opinião.

Edimburgo-Escócia

Edimburgo-Escócia

No Calton Hill há também o Nelson Monument, que celebra a vitória dos ingleses em Trafalgar, e os prédios do City Observatory, além do Dugald Stewart Monument, que aparece em quase todas as fotos de divulgação da cidade. Ah, e de lá também pode-se ver o mar!

Edimburgo-Escócia

Por último, outra atração que visitei na cidade foi um museu chamado Camara Obscura and World of Illusions. Ele não tem muito a ver com o clima medieval de Edimburgo, mas é uma boa opção se você estiver com crianças ou se for um adulto em busca de diversão. Lá existem obras clássicas de artistas como Esher, que rendem boas fotos e algumas lições de Física. Muito legal é também a visão 360 graus que se pode ter da cidade a partir de um telescópio antiquíssimo instalado na sala escura que se localiza no último andar do prédio.

Edimburgo-Escócia

Enfim, Edimburgo é um lugar inesquecível e tem poucas chances de decepcionar os viajantes, porque oferece atrações para todos os gostos. Apesar do frio e dos preços não muito atrativos para os brasileiros, vale muito a pena visitar a cidade.

Edimburgo-Escócia

Quem quiser uma dica de hospedagem BBB na capital escocesa, sugiro o Ibis Edinburgh Centre, que fica muito próximo da Royal Mile e das principais atrações, e oferece uma boa estada por um preço bastante acessível. E tem mais: se você gosta de whisky, lembre-se de que lá ele é uma bebida nacional e pode ser encontrado no supermercado a preços razoáveis e bem diferentes dos que estamos acostumados a ver por aqui!

 

Sobre Márcia Oliveira 226 Artigos
É uma carioca completamente apaixonada por viagens - assim que chega de uma já está planejando a próxima. Atualmente mora em Munique, na Alemanha. É Jornalista e tem um marido super gente boa que a acompanha em suas aventuras. Adora fotografia. Ama a família e os animais. Aprecia as coisas simples da vida. E adora escrever no blog e conversar sobre viagens!

Seja o primeiro a comentar

Dê vida a este blog! Deixe sua opinião aqui!