Lucerna (Suíça): as principais atrações dessa cidade encantadora

Lucerna, ah Lucerna… Visitar essa cidadezinha linda na Suíça, que fica a cerca de 45 min de trem de Zurique, foi um sonho que se tornou realidade. Não tem como não se apaixonar por um lugar tão lindo e que reúne em seu centro histórico compacto a arquitetura típica e a natureza exuberante que estamos acostumados a ver nas embalagens de chocolate suíço.

Suíça - Lucerna

Um dia é suficiente para conhecer a cidade se você estiver por lá no verão, quando os dias são mais longos. Mas, se resolver ficar por mais tempo, certamente atrações não irão faltar. De lá, você poderá partir para passeios para o Monte Titlis e Monte Pilatus, que fica bem perto e pode ser avistado da cidade. Eu não fui a nenhum dos dois por questões de tempo e orçamento (tudo na Suíça é absurdamente caro para padrões brasileiros – leia mais sobre isso aqui), e preferi reservar os meus francos para uma “extravagância”  com a qual também já sonhava havia algum tempo: o passeio ao Jungfraujoch, considerada a estação de trem ferroviária mais alta da Europa – leia mais aqui.

Suíça - Lucerna

O ponto turístico mais conhecido de Lucerna é a Ponte da Capela (Kappelbrücke), que foi construída no século XIV. Ela exibe flores por toda sua extensão e, no seu interior, existem várias pinturas do século XVII, ilustrando fatos históricos marcantes para a cidade e para a Suíça. No meio da ponte, você pode ver a famosa Torre de Água (Wasserturm), que já foi usada como câmara de tortura, prisão e é uma das atrações mais fotografadas de todo o país.

Suíça - Lucerna
Suíça - Lucerna

Perto da Ponte da Capela, ficam também várias pontezinhas charmosas e uma mini barragem, que regula o nível da água do Lago Lucerna.

Suíça - Lucerna

Suíça - Lucerna

As fachadas dos prédios e as pinturas que alguns deles exibem são uma atração à parte. Coloridas e cheias de detalhes, essas construções deixam a cidade ainda mais pitoresca.

Suíça - Lucerna

Suíça - Lucerna

Suíça - Lucerna

Suíça - Lucerna

Uma atração que vale muito a pena é a navegação pelo Lago Lucerna. Durante 1 hora, você poderá apreciar a bordo de um moderníssimo iate o contraste do verde esmeralda de suas águas, com a vegetação das encostas e as montanhas ao fundo. É um passeio de tirar o fôlego, como tudo na Suíça.

Suíça - Lucerna

Suíça - Lucerna

Suíça - Lucerna

O Löwendenkmal é também muito impressionante e por isso é um must see em Lucerna. Esculpido na rocha, o leão mostra uma expressão muito nítida de sofrimento e fica à beira de um pequeno lago florido, como homenagem a soldados suíços que lutaram e morreram em Tuileries, em 1792.

Suíça - Lucerna

Então, já sabe: quando você for a Suíça, não deixe de incluir essa cidadezinha encantadora no seu roteiro!

Suíça - Lucerna

Ah, e uma dica de hotel econômico em Lucerna é o Ibis Budget Luzern. Ele fica a cerca de 5 minutos a pé da estação de trem e a uns 10 minutos do centro histórico.

Para ler outros posts sobre a Suíça, clique aqui.

 

Sobre Márcia Oliveira 226 Artigos
É uma carioca completamente apaixonada por viagens - assim que chega de uma já está planejando a próxima. Atualmente mora em Munique, na Alemanha. É Jornalista e tem um marido super gente boa que a acompanha em suas aventuras. Adora fotografia. Ama a família e os animais. Aprecia as coisas simples da vida. E adora escrever no blog e conversar sobre viagens!

2 Comentário

  1. Oi Marcia, muito legal esse post sobre Lucerna! Eu estou indo em janeiro para a Suíça com meu marido e meu filho de 8 anos pra esquiar em Zermatt e vamos ficar também 2 noites em Zurich e 4 noites em Berna. Em Berna pensei em tirar 2 dias pra visitar a cidade, 1 dia pra fazer um bate e volta a Lucerna e 1 dia pra fazer o passeio do Jungfrau. Você sabe se esse passeio no iate que navega pelo lago Lucerna funciona no inverno? Em caso positivo, você tem indicação de algum site em que eu consiga ver os horários do passeio e comprar o ingresso do Brasil? Obrigada.

1 Trackback / Pingback

  1. A história do faxineiro poliglota no aeroporto de Zurique ⋆ Viajando por aí

Dê vida a este blog! Deixe sua opinião aqui!