Hotel em Florianópolis: dica para se hospedar no centro da cidade

Tive muitas dúvidas sobre onde ficar em Florianópolis, já que a ilha é dividida em vários distritos. Mas, felizmente, após consultar pessoas que haviam passado recentemente pela cidade, acho que fiz uma ótima escolha.

Eu e meus pais, que me acompanharam nesta viagem escolhemos o Hotel Mercure Florianópolis Centro, que como o próprio nome já diz, fica na região central da cidade, a cerca de 16 km do aeroporto Hercílio Luz.

Como éramos 3 pessoas, escolhemos um apartamento triplo, que era bastante confortável: além de dois cômodos independentes, contava com um miniescritório, banheiro amplo e uma cozinha bem equipada, onde podíamos comer alguma coisa quando não queríamos ir à rua.

Mercure Centro Florianópolis
Foto do quarto retirada do site do hotel Mercure  Florianópolis Centro

Ah, ele tinha também uma varanda com vista para a Av. Beira-Mar, bem de frente para o principal cartão-postal da cidade!

Varanda do quarto
Varanda do quarto

As dependências do hotel também são boas. O terraço tem uma piscina e uma vista espetacular, além de um restaurante de onde se pode fazer as refeições tendo uma perspectiva privilegiada da cidade.

Vista do terraço
Vista do terraço

Apesar de ter sido o inimigo nº 1 da minha dieta, o café-da-manhã foi maravilhoso, com uma enorme variedade de pães, frios, bolos, iogurtes… Uma delícia!

Café-da-manhã com vista para a cidade
Café-da-manhã com vista para a cidade

O atendimento também foi nota 1000, por isso recomendo (e isso não é um post pago!) o hotel para quem for se hospedar na cidade e quiser desfrutar de uma boa relação custo/benefício, além ficar em uma região de onde é possível chegar relativamente rápido ao sul ou ao norte da ilha ou à parte continental.

Para acessar o site do hotel, clique aqui 

Sobre Márcia Oliveira 226 Artigos
É uma carioca completamente apaixonada por viagens - assim que chega de uma já está planejando a próxima. Atualmente mora em Munique, na Alemanha. É Jornalista e tem um marido super gente boa que a acompanha em suas aventuras. Adora fotografia. Ama a família e os animais. Aprecia as coisas simples da vida. E adora escrever no blog e conversar sobre viagens!

1 Trackback / Pingback

  1. Golpe da jaqueta em Roma: como eu quase caí nessa roubada ⋆ Viajando por aí

Dê vida a este blog! Deixe sua opinião aqui!