Nova Iorque: passeios ao ar livre que realmente valem a pena na Big Apple

Tem muito passeio ao ar livre legal para se fazer em Nova Iorque. A informação principal é que Nova Iorque, assim como a maior parte dos lugares, só pode ser conhecida andando.  Tem um sistema de metrô fantástico. Muito feio, verdade seja dita (até assustador em determinadas estações), mas eficiente. Ainda assim vai ter que andar.

Metrô de Nova Iorque
Metrô de Nova Iorque

A ponte do Brooklyn pode ser cruzada sem grande esforço e quando chegar do outro lado (em New Jersey) poderá conhecer onde as pessoas de verdade (meros mortais) costumam morar.

Ponte do Brooklyn
Ponte do Brooklyn

Recentemente a prefeitura concluiu o projeto do High Line Park, um grande jardim suspenso, que fica numa via férrea desativada. O caminho cruza a cidade pelo alto e é todo florido. Um ótimo passeio em dia de sol.

High Line Parl
High Line Parl

Outro destino certo de diversão é o Zoo que fica no Central Park (5th Avenue at 64th Street) aberto todos os dias, de 10:00 às 17:00, US$10,00. Tente ir em horário próximo da alimentação dos bichos, pois é um show à parte (Horário de alimentação dos bichos com show – 11:00/ 14:00/ 16:00). O urso polar fica num tanque com vidro onde é possível tirar fotos com ele ao fundo. Não por acaso ele é perfeitamente adestrado para ficar ali parado, de pé, em sua magnitude polar, mostrando os dentes para você.

Um passeio em parte ao ar livre e em parte coberto é o monumento em homenagem ao 11 de setembro, onde ficavam as torres do World Trade Center – National September 11 Memorial & Museum (200 Liberty St). Inteligentemente eles fizeram tudo com foco no heroísmo dos bombeiros para não criar um ambiente mórbido e sombrio. O local é tranquilo, belo e tem a seriedade que necessita. Recentemente, em maio/2014, foi inaugurado o museu com peças dos escombros (quando fui não estava inaugurado).

Central Parque em Nova Iorque
Central Parque em Nova Iorque

Claro que o passeio ao ar livre mais óbvio, e que nunca cansa, é o Central Park. Como ele é bem grande pode dividir por áreas e conhecer um pouquinho de cada vez. Como todo parque é cheio de babás com carrinhos, atletas amadores e gente querendo desopilar o fígado na hora do almoço. No inverno o lago congela e é possível patinar.

Leia mais posts sobre Nova Iorque: clique aqui
Sobre Joana Maia 3 Artigos
É jornalista e apaixonada por viagens. Curte programas culturais e sabe tudo sobre Nova Iorque, onde já se sente perfeitamente em casa depois de já ter visitado várias vezes a cidade.

Seja o primeiro a comentar

Dê vida a este blog! Deixe sua opinião aqui!