Roteiro de um dia em Berna, a encantadora capital da Suíça

Berna é a quarta maior cidade da Suíça. E mesmo sendo a capital (que não é Zurique), ela tem  aquele encanto de cidade do interior – e surpreende você a cada esquina. A seguir, vocês verão a sugestão de roteiro de um dia em Berna, que eu e o Zé fizemos em agosto de 2012, embaixo de um calor de 40 graus… Sim, para quem não sabe, na Suíça, o verão pode ser escaldante!!!

Saca só a temperatura que pegamos no país dos Alpes!
Saca só a temperatura que pegamos no país dos Alpes!

1) Rosengarten (Jardim das Rosas)
Começamos o nosso roteiro de um dia em Berna pelo Rosengarten, uma parque com entrada gratuita, muito frequentado por turistas e famílias locais durante o verão. Ele fica em uma parte elevada da cidade e, por isso, proporciona uma linda vista aos visitantes.

O Rosengarten é um ótimo lugar para se sentar e admirar uma imensa variedade de rosas – são 200 tipos, com cores lindíssimas e tamanhos que nós, brasileiros, não estamos acostumados a ver por aqui. Fiquei apaixonada!

Rosengarten, o Jardim das Rosas de Berna
Rosengarten, o Jardim das Rosas de Berna

 

2) Bärenpark (Parque dos Ursos)
Desça o Rosengarten em direção ao Rio Aare e lá você encontrará o Parque dos Ursos, que são o símbolo da cidade de Bern. Dois ursos vivem lá atualmente ( eles se chamam Björk and Finn e que formam um casal) em uma área bem extensa e frequentemente aparecem para saudar os visitantes fazendo alguma gracinha.

Olha a cor da água!!!
Olha a cor da água!!!

Se estiver calor, aproveite para se sentar à beira do rio Aare e molhe os pés em suas águas cristalinas e cor de esmeralda. Dizem que esse é o rio mais limpo da Europa, e eu não duvido disso, porque a cor dele é realmente surpreendente e a água parece muito límpida.

E os suíços estavam pulando no Rio pra fugir do calor!
E os suíços estavam pulando no rio pra espantar o calor!

Fique apreciando a vista por um tempo.  Garanto que você não irá se arrepender e que poderá, inclusive, ver alguns nativos saltando da ponte em busca de um refresco, se for um dia de verão com temperaturas beirando os 40 graus, como o que peguei por lá! Além disso, há suíços que pulam na água com boias e se deixam levar pela correnteza, que me pareceu bem forte.

3) Caminhe pela Altstadt (Cidade Antiga)
Saindo do Parque dos Ursos, pegue a ponte Nydegg (“Nydeggbrücke”) e dirija-se ao centro histórico de Berna, que foi eleito um Patrimônio Cultural Mundial da Unesco. Lá você verá fachadas lindíssimas de arenito, adornadas com flores coloridas, bandeiras dos cantões suíços, letreiros desenhados, placas tradicionais…

Fachadas lindíssimas no centro histórico de Berna
Fachadas lindíssimas no centro histórico de Berna

Você encontrará também muitas fontes, onde poderá encher a sua garrafinha com água potável e geladinha, sempre que quiser. E acredite: isso fará com que você economize um bom $ em água!

As inúmeras fontes de Berna são verdadeiras obras-de-arte
As inúmeras fontes de Berna são verdadeiras obras-de-arte

Aliás, é por causa delas que Berna é também conhecida como a “Cidade das Fontes”. Cada fonte tem um nome, uma história e um personagem.

Passeie pelas suas principais ruas (Gerechtigkeitsgasse, Marktgasse e Kramgasse) e apaixone-se imediatamente pelo lugar.  Lá há calçadas cobertas e muitas lojinhas e restaurantes. Mas atenção: apesar de poucos carros circularem na área, há bondes transitando em ambos os sentidos, e você deverá ficar muito atento para não ser atropelado – ou ao menos xingado, se é que a educação suíça permite isso! 🙂

Ruas do centro histórico de Berna
Ruas do centro histórico de Berna

Nesta rua, você poderá também ver a Torre do Relógio (“Zytglogge”), que é um ponto turístico muito famoso em Berna! A cada hora, o sino de nada mais nada menos que 1,4 tonelada badala e os os personagens se movem, enquanto os turistas se amontoam para escutar apreciar um conjunto de três relógios belíssimos: dois analógicos e um astronômico, que indica a hora, o dia, o mês, as fases da lua e o signo do zodíaco pelo qual está passando o Sol.

roteiro-de-1-dia-em-berna-suica (11)

 

4) Vá até a Praça do Parlamento (‘Bundesplatz”)
Aprecie a fachada de um imponente palácio que é sede do Parlamento Suíço e do Governo Federal. Quanto eu estive lá, várias crianças estavam se refrescando nos chafarizes que existem em frente ao Prédio do Parlamento. Se fosse aqui no Brasil, a gente chamaria isso de “farofa”, não é mesmo?

A Praça do Parlamento
Crianças fazendo a festa no chafariz da Praça do Parlamento

5) Perca-se pelas ruas de Berna
Aprecie paisagens magníficas e uma arquitetura de deixar qualquer um de queixo caído, que você pode encontrar em todos os cantos da cidade. Além, é claro, da natureza exuberante que impera neste lugar.

roteiro-de-1-dia-em-berna-suica (10)

Um dia apenas é suficiente para conhecer o principal de Berna. Mas, se puder, fique mais um tempinho para curtir com calma todos os encantos dessa cidade, que de tão linda parece até que é de mentira – assim como Lucerna, outra cidade suíça que me conquistou de cara.

Não parece de mentira?
Não parece de mentira?

Termino o post com um lindo pôr-do-sol, visto do Rosengarten, onde começou e terminou o meu tour. <3

Pôr-do-sol visto do Rosengarten
Pôr-do-sol visto do Rosengarten

Espero que vocês curtam este roteiro de um dia em Berna! Se tiverem mais sugestões, deixem nos comentários!

Sobre Márcia Oliveira 226 Artigos
É uma carioca completamente apaixonada por viagens - assim que chega de uma já está planejando a próxima. Atualmente mora em Munique, na Alemanha. É Jornalista e tem um marido super gente boa que a acompanha em suas aventuras. Adora fotografia. Ama a família e os animais. Aprecia as coisas simples da vida. E adora escrever no blog e conversar sobre viagens!

7 Comentário

  1. parabensss pelo blog…vou dar uma passada lá, soh gostaria de saber: é soh sair da estação de trem e ir a pé para estes passeios?

  2. da estação de trem se pode se ir andando aos pontos turisticos de Berna? ou necessario comprar algum pass?

  3. Me Amarrei!!!
    Estava na dúvida por onde começar, mas agora acabou!
    Começo pela Rosengarten! 🙂
    Parabéns e Obrigado,
    Vladimir

Dê vida a este blog! Deixe sua opinião aqui!