Vale a pena remarcar a passagem aérea após o início da viagem?

Veja como foi a minha experiência com a Air France

remarc
Quando me mudei para Munique, pesquisei a companhia aérea que iria me oferecer melhor custo X benefício para voar do Brasil até a Alemanha. E a escolha da vez foi a Air France. Como estava de mudança para a Alemanha, pensei, em um primeiro momento, em comprar apenas a passagem de ida, já que ficaria alguns meses sem vir ao Brasil. No entanto, logo mudei de ideia: percebi que comprar somente uma perna é muito mais caro do que comprar a ida e a volta. Vai entender!!!

A explicação para a compra de apenas um trecho ser mais cara que a compra de ambos é a seguinte:
Quando se compra a ida e a volta você paga um preço promocional, o que não acontece para a compra de apenas um trecho, em que o valor pago é “cheio” . Ok….

Enfim, por questões óbvias, acabei optando pela compra da passagem de ida e volta. A volta ficou inicialmente marcada para 3 meses após a data da partida.

Como irei ao Brasil dentro de alguns meses e descobri que a companhia aérea Condor costuma vender trechos únicos por um preço mais em conta que as companhias aéreas que tradicionalmente voam para a Europa, tive a brilhante ideia de não perder a passagem de volta para o Brasil. O que foi que eu fiz? Liguei para a Air France para remarcar o tíquete da volta para daqui a 3 meses.

Mas, nem tudo são flores: descobri que teria que pagar a bagatela de 120 dólares pela remarcação da passagem, 50 reais pela taxa de serviço e mais 531 dólares de diferença tarifária – somando um total de 651 dólares + 50 reais.

Nada feito, obviamente. Não faz sentido eu pagar tudo isso para ir pro Brasil e ainda ter que pagar mais de 500 dólares por mais uma passagem de volta para a Alemanha, né? Melhor comprar um novo tíquete de ida e volta por um valor um pouquinho mais alto que o valor da remarcação!

banner_kayak

Sobre Márcia Oliveira 226 Artigos
É uma carioca completamente apaixonada por viagens - assim que chega de uma já está planejando a próxima. Atualmente mora em Munique, na Alemanha. É Jornalista e tem um marido super gente boa que a acompanha em suas aventuras. Adora fotografia. Ama a família e os animais. Aprecia as coisas simples da vida. E adora escrever no blog e conversar sobre viagens!

Seja o primeiro a comentar

Dê vida a este blog! Deixe sua opinião aqui!